A estratégia de divulgação na Internet e os canais de divulgação
 



Dica de Escrita

A estratégia de divulgação na Internet e os canais de divulgação

Graziana Fraga


No dia 04 de outubro de 2021 ficamos aproximadamente seis horas sem acesso ao WhatsApp, Facebook e Instagram. Como foi para você esta experiência? Esta foi uma das perguntas que mais vi navegando nas redes sociais após a queda. Para mim a interrupção das redes me propiciou uma tarde de muita produtividade, consegui trabalhar na criação de dois conteúdos e finalizar a minha lista de tarefas antes das 18h, muito em função de não ser interrompida pelas mensagens de WhatsApp. Mas ao mesmo tempo foi um momento de reflexão e de confirmar o que eu sempre falo para meus clientes e alunos: não podemos depender somente do Facebook e do Instagram, eles são importantes, mas mais importante é ter um site e também seguir trabalhando com estratégias de divulgação por e-mail, ter o contato com os seguidores das redes sociais em outros canais de comunicação eem outras redes sociais, trabalhar com a estratégia de comunicação integrada.



Sabemos que hoje muitas empresas dependem das redes sociais para vender, desde o início da pandemia da Covid-19 muitas empresas e empreendedores migraram suas vendas para as redes sociais e neste dia 4 de outubro tiveram um dia perdido. Mas isso é um alerta para mostrar que temos que ter um plano B sempre. Quando tudo fechou, as empresas migraram para o Facebook, Instagram e WhatsApp. E se elas encerrarem suas atividades, o que poderíamos fazer?

Alguns profissionais que trabalham com marketing digital usam a metáfora da casa de aluguel para se referir às redes sociais com objetivo de chamar a atenção sobre a estratégia focada em somente uma rede social. Eles afirmam que não podemos depender somente de uma rede social para fazer a divulgação, pois corremos o risco da rede acabar, cair, perder usuários, "sair de moda". Só que ao mesmo tempo sabemos que a maioria das pessoas não possuem tempo ou dinheiro para investir em criação de conteúdo para todas as redes sociais existentes. Por isso, é importante escolher pelo menos duas redes, mas também ter um site que funcione como âncora, como portfolio, e uma estratégia de comunicação via e-mail.

Pense em como você pesquisa por um produto ou serviço hoje, inevitavelmente vamos ao Google atrás do site da empresa e de mais informações nas redes sociais. Além disso, ter um site gera uma imagem profissional, dando confiança e credibilidade a sua marca. O Facebook, o Instagram e as outras redes sociais funcionam como uma enorme Feira, devemos usá-los como um trampolim para levar as pessoas para o site, facilitando a venda e levando o consumidor a conhecer todos os produtos e serviços que comercializamos, e não somente aquele que foi anunciado.

Além disso, é essencial que você tenha uma lista de e-mail organizada dos seus clientes, de quem já comprou ou entrou em contato com você, para enviar divulgação de seus lançamentos, promoções e novidades. A chance de vender para essas pessoas é maior do que para quem nunca ouviu falar de você. Por isso, se você ainda não tem um mailing, comece a organizar o quanto antes.

Os números indicam que o Facebook e o Instaram são as redes mais acessadas no Brasil, mas não podemos esquecer da existência de outras redes como Pinterest, YouTube, Twitter, TikTok e Linkedin. Dependendo do seu produto ou serviço, investir na divulgação em uma destas redes também pode ser uma boa estratégia.

O Pinterest é uma rede social muito utiliza para inspiração nas mais diversas áreas, como decoração, gastronomia, viagem, moda, literatura, administração, finanças, etc. Na última pesquisa divulgada ainda em 2020, a plataforma confirmou que superou a marca de 400 milhões de usuários ativos no Brasil. É possível criar uma conta comercial e divulgar seus produtos e serviços em pastas, onde você pode inserir imagens e vídeos, com link para o seu site. É uma ótima rede para escritores, clique aqui para ver o perfil de uma escritora americana que utiliza a rede para divulgar o seu trabalho.

O YouTube é uma das redes mais acessadas pelo brasileiros, que buscam por música, tutoriais, cursos e muito mais. É uma rede de vídeos, logo se você tem dificuldade ou não gosta de gravar vídeos, não precisa criar um canal de divulgação no YouTube, você pode pesquisar na rede criadores de conteúdos que falem sobre literatura para fechar uma parceria para divulgar o seu livro, por exemplo. Você não precisa necessariamente ter um canal na rede, para utilizá-la na estratégia de divulgação do seu trabalho.

O Twitterconta com 14,1 milhões de usuários brasileiros cadastrados na plataforma .A projeção é de que esse número aumente para 18,6 milhões até 2026, segundo um levantamento realizado pela Statisa em 2020. O Patrono da Feira do Livro Porto Alegre deste ano, utiliza muito bem essa rede social para divulgar o seu trabalho, clique aqui para conferir. Recentemente a plataforma abriu inscrições para perfis profissionais, se tiver interesse, acesse aqui o formulário. Segundo o aplicativo "a nova forma de exibição também oferece a opção de incluir um módulo “Loja” ou então “Boletim Informativo".

O Linkedin é outra rede que mudou e está em crescimento no Brasil. Inicialmente a rede nasceu para quem estava buscando emprego, mas hoje ela vai além disso, ela oferece a opção de compartilhar conteúdos, como artigos, dando visibilidade ao profissional que pode se destacar e ampliar sua rede de contatos na plataforma.

O Tik Tok é uma rede social que permite compartilhar clipes divertidos com duração entre 15 e 60 segundos.Assim como o Youtube, a TikTok usa algoritmos de inteligência artificial para selecionar o melhor conteúdo de acordo com as preferências do usuário. Além disso, organiza seus conteúdos de acordo com hashtags especializadas. A #EduTok, por exemplo, contava com 39 bilhões de visualizações em setembro de 2019. Voltada para jovens é uma rede que tem crescido muito no Brasil. Assim como o YouTube, você pode encontrar criadores de conteúdos especializados em Tik Tok para divulgar o seu livro na plataforma, sem ter que criar um canal para você, caso tenha dificuldade com vídeos.

Mas reforço aqui novamente que você não precisa estar em todas as redes sociais, apresentei algumas redes fora o Facebook e Instagram para você conhecer e saber que existem muitos canais de comunicação na internet para você navegar e escolher onde quer divulgar o seu trabalho, seja criando o seu conteúdo ou fazendo parceria com criadores de conteúdos que trabalham com essas redes. Navegue, entenda a plataforma, faça alguns testes, conheça bem os canais, assim você terá mais segurança para escolher onde divulgar o seu trabalho.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "190908" no campo.