Estudo indica que livros físicos ainda estão vendendo mais que os e-books no mundo todo
 



Notícias sobre Leitura e Escrita

Estudo indica que livros físicos ainda estão vendendo mais que os e-books no mundo todo

John Biggs – GIZMODO Brasil


De acordo com um estudo da Statista’s Advertising & Media Outlook, as vendas de e-books ainda não conseguem competir com as vendas de livros físicos, especialmente durante este período de pandemia. O estudo, que pediu aos entrevistados para descrever suas compras de livros em 2020, descobriu que os e-books ainda não substituíram o papel na maioria dos países.

“Nos Estados Unidos, por exemplo, onde os e-books são muito populares, estima-se que 23% da população tenha comprado um e-book no ano passado, em comparação com 45% que comprou um livro impresso”, escreveu o pesquisador Felix Richter.

A China, em particular, é um caso interessante de ressaltar: os e-books e livros impressos estão quase se equiparando, com 24% dos entrevistados dizendo que compraram um livro digital contra os 32% que compraram o livro impresso. Essa disparidade não é bem explicada, mas considerando que a Ásia, de forma mais ampla, está na esteira da leitura por smartphone há muito tempo, testemunhada pela moda dos anos 2000 de best-sellers “escritos para celulares” no Japão, ainda é uma descoberta interessante.

Para mais informações, clique aqui.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "371412" no campo.