Por que a origem da linguagem ainda é uma incógnita para a ciência
 



Notícias sobre Leitura e Escrita

Por que a origem da linguagem ainda é uma incógnita para a ciência

Analía Llorente - Hay Festival Digital Colombia@BBC Mundo


A grande maioria das espécies que habitam nosso planeta se comunicam de alguma forma. Mas não tem nada que se pareça com a linguagem humana. A linguagem em si é bastante difícil de definir, já que tem, por exemplo, expressões transitórias que não deixam rastros, nunca é inerte, muda com o tempo, é infinitamente flexível e quase globalmente presente.

O fato é que a complexidade da nossa linguagem, seja qual for o tipo que usamos, nos torna únicos. Nos permite interagir com os nossos pares e falar sobre o passado, presente ou futuro e transmitir conhecimento.

"As informações complexas inferidas que compartilhamos são baseadas no idioma, por isso ele é incrivelmente importante", afirma Wendy Sandler, professora emérita de linguística da Universidade de Haifa, em Israel, à BBC News Mundo, serviço em espanhol da BBC.

No entanto, apesar de ser nossa ferramenta mais preciosa — seja escrita, oral, por sinais, assobios ou em qualquer uma de suas formas —, ainda sabemos muito pouco sobre como a linguagem dos seres humanos surgiu.

Sua origem e evolução são uma grande incógnita para a comunidade científica, talvez a mais difícil de todas, dizem alguns especialistas.

"Sabemos muito mais sobre o Big Bang da física do que sobre o Big Bang humano", diz Morten Christiansen, professor de psicologia e codiretor do Programa de Ciências Cognitivas da Universidade de Cornell, em Nova York. Mas há algumas pistas...


Para mais informações, clique aqui.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "235403" no campo.