Impressão sob demanda e o que isso muda para os escritores
 



Dica de Escrita

Impressão sob demanda e o que isso muda para os escritores

Escrita Criativa


Em um passado nem tão distante assim, o caminho para um escritor publicar livros era um só: despertar o interesse de uma editora que editasse, publicasse, distribuísse e vendesse a sua obra. Nesse caso, a dificuldade era conseguir uma editora. Com o avanço da tecnologia digital, o escritor passou a ter mais liberdade no processo, podendo escolher uma editora mais facilmente, mesmo que ainda em troca de um investimento considerável.



Hoje, o mercado editorial evolui conforme aumenta o número de escritores e clientes para estes serviços. Neste contexto, a impressão sob demanda (ou POD – Print on Demand) surge como uma possibilidade para os escritores que desejam ter seus livros impressos, na tiragem que quiserem, e entregues ao seu público de uma forma rápida e prática.

Para falar com mais detalhes sobre este assunto, conversamos com Luisa Aranha, escritora com cinco anos de experiência em publicações independentes e autora do Guia de Autopublicação pela Amazon, e Marcelo Spalding, escritor, professor e fundador da Metamorfose Cursos. Eles comentaram sobre as principais vantagens de se optar pela impressão sob demanda, além de terem dado dicas para quem deseja começar a imprimir seus livros desta forma.



Quais as principais vantagens de se optar pela impressão sob demanda para um escritor?

Marcelo Spalding: A impressão sob demanda é muito importante para que possamos imprimir uma quantidade de livros compatível com a realidade do autor iniciante. Antigamente tínhamos que rodar 1000 exemplares, e poucos autores que estão começando conseguem vender tantos livros. Hoje é possível fazer 100, 150, 200 exemplares com custos razoáveis e competitivos.

Luisa Aranha: A principal vantagem é não se preocupar com estoque e envio. Hoje em dia, você adiciona o livro em uma plataforma sob demanda e ela coloca em todos os marketplaces possíveis. Estando disponíveis em lojas virtuais, o livro ganha uma visibilidade também maior que apenas a bolha do escritor.

Quais as dicas que você daria para quem deseja começar a imprimir seus livros dessa forma?

Marcelo Spalding: Minha principal dica é: gráfica NÃO É EDITORA. Alguns autores acham que, pela facilidade atual de imprimir livros, inclusive em menor quantidade, basta enviar seu arquivo de Word e você se torna um escritor. Um livro precisa de um editor e/ou leitor crítico, que ajude o autor a ter uma visão crítica sobre seu trabalho. A autopublicação é muito importante e, por vezes, salutar para o escritor, mas ele não pode queimar etapas para economizar. Este é um dos motivos que sempre sugiro a impressão de pelo menos 100 exemplares, porque há custos fixos envolvidos na produção de um livro que para serem pagos, é necessária uma certa quantidade de livros vendidos.

Luisa Aranha: Conversar com autores que já utilizem dessas plataformas e com profissionais do meio para entender todo o processo. Não é porque se trata de uma publicação sob demanda que ela não precisa passar por todo o processo de editoração. Muitas vezes, o que atrapalha quem quer começar é não saber como funciona o processo de editoração de um livro. Por isso, informar-se é essencial. No ano passado, lancei o Guia da escritora independente na Amazon e lá tem um passo a passo para quem quiser se aventurar, que pode ajudar bastante.


Principais vantagens da impressão sob demanda:


• O autor pode encomendar a quantidade (tiragem) que quiser, sem o risco de acumular um grande número de livros caso não consiga vendê-los, assim como a editora pode pedir para imprimir somente a quantidade de exemplares que o cliente solicitar;

• Facilidade de gerenciamento do estoque e da entrega dos livros, já que as plataformas sob demanda fazem essa gestão;

• Menos custos e menos estoque (ou zero estoque), o que beneficia principalmente os escritores iniciantes;

• Qualidade de impressão garantida pelo sistema digital, sem borrões, respingos e outras falhas;

• O autor tem mais opções de acabamento, tipos e cores de papel, podendo personalizar o seu livro mais facilmente e com menos custos do que na impressão tradicional;

• Mais facilidade caso o escritor queira atualizar suas publicações anteriores.


Alguns cuidados com a impressão sob demanda:


• O escritor tem menos controle sobre o processo, principalmente quanto às entregas (se chegam no prazo prometido, se os livros chegam em bom estado etc.);

• Evite pular etapas importantes para a sua trajetória como escritor e para a qualidade final do trabalho. Para isso:

• Tenha um leitor crítico para avaliar suas obras antes de atirá-la ao público. O escritor Stephen King, por exemplo, tem uma primeira leitora, que é a sua esposa, e mais dois leitores críticos que avaliam as suas obras antes de ele enviar à editora;

• Faça uma boa revisão final, de preferência contrate alguém só para isso. O escritor está tão envolvido com o livro que pode não ver erros que um revisor detectaria facilmente;

• Confie a diagramação e o layout do livro a uma empresa ou profissional de confiança. Pode ser a própria editora ou um profissional freelancer.

• Cuidado com as expectativas no processo. Depois de imprimir, a impressão sob demanda não garante a venda dos seus livros. Cabe a você, escritor, criar e cuidar da sua imagem na internet e fora dela, ter um mailing com contatos e possíveis compradores dos seus livros, oferecer a sua obra em todos os lugares possíveis, estabelecer parcerias, criar eventos, e tudo o que for necessário para vender mais exemplares;


Para escolher o melhor fornecedor para a sua impressão sob demanda, fale com quem já percorreu o mesmo caminho, ou seja, com escritores que já usaram ou usam este serviço. Procure avaliações na internet e, por fim, alinhe todas as suas expectativas com a empresa. A Editora Metamorfose tem trabalhado com a Print Store, de Porto Alegre, mas que atende todo o Brasil.

Vale lembrar queum livro, mesmo sendo impresso nesse sistema sob demanda, contém horas de trabalho do escritor, boas doses de sonho, expectativas, conhecimento, entrega, cansaço e brilho no olho. Tudo isso exige que você cuide de cada etapa deste processo com atenção e carinho. E isso vai além da escrita do livro.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Esse trabalho de orientação aos novos escritores é muito importante. Sugiro anunciarem as melhores gráficas que trabalham sob demanda. Isso seria de grande ajuda. Parabéns pelo trabalho!

Odir Cunha, São Paulo 08/03/2021 - 12:19

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "470901" no campo.