Entrelinhas
 



Poesias

Entrelinhas

Soraya Jordão


Um belo dia
A vírgula
Apaixonou-se pelo ponto
Ninguém sabia dizer
O que iria acontecer
Ela era tão engraçada
Parecia que pausava
Quando, na verdade
Queria mais dizer
Ele, o Senhor Ponto
Era muito bronco
Do nada
Encerrava o conto
Não queria se envolver
Dona vírgula
Muito espaçosa
Não sabia ser graciosa
Mas embelezava o dizer
Não havia o que fazer
Ela transbordava
Bem querer
Ele era o oposto
Tinha medo do desgosto
Não queria pertencer
Ele evitava
Ela infernizava
Se um ponto
Ele dava
Uma vírgula brotava
Pra não deixa-lo
Arremeter
Por fim, ele entendeu
Dona vírgula venceu
A frase não morreu
Ponto e vírgula
Ela deu


Soraya Jordão nasceu e reside no Rio de Janeiro (RJ). Psicóloga clínica. Participou do Concurso Nacional Novos Poetas Sarau Brasil 2019. Participa do Curso Livre de Formação de Escritores.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Parabéns, seu talento é descritível! &128149;&127799;

Marcia Rosa, Rio de Janeiro 07/10/2020 - 16:08

Parabéns querida, que as palavras continuem saindo com leveza e nos encantar.

Simone Duarte, Rio de janeiro 07/10/2020 - 00:23

Fabulosa!

Andréa, RJ 06/10/2020 - 23:56

Ela escreve lindamente. Tem um certo humor em tudo que escreve.

Fatima, Rio de Janeiro 06/10/2020 - 22:30

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "525105" no campo.