Entidades representativas divulgam manifesto contra tributação de livros
 



Notícias sobre Leitura e Escrita

Entidades representativas divulgam manifesto contra tributação de livros

Clara Menezes, em O Povo


O projeto de lei apresentado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende acabar com a imunidade tributária concedida à publicação de livros.
Entidades representativas do livro no Brasil divulgaram o manifesto “Em Defesa do livro” no dia 05.08.20. O texto se posiciona contra a Projeto de Lei nº 3.887/2020, apresentado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que tramita no Congresso Nacional. A proposta prevê uma nova maneira de tributar o consumo, com a extinção da contribuição PIS/Cofins e com o fim dos benefícios dados a diversas empresas.

Desde 2004, a produção dos livros é um dos setores que não são obrigados a contribuir com esse tributo. A situação ocorre com o objetivo de diminuir os preços dos produtos e, consequentemente, democratizar o conhecimento entre a população, além de facilitar o acesso à educação.

Por causa do atual projeto, que foi defendido na Comissão Mista Temporária da Reforma Tributária do Congresso Nacional, nesta quarta-feira, 05, instituições se posicionaram contra este ponto da reforma. “As instituições ligadas ao livro estão conscientes da necessidade da reforma e da simplificação tributária no Brasil. Mas não será com a elevação do preço dos livros - inevitável diante da tributação inexistente até hoje - que se resolverá a questão”, afirma o manifesto.




Leia a matéria completa clicando aqui


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "542903" no campo.