Notícias sobre Leitura e Escrita

Linguística forense como ferramenta para investigações

Público


“A linguística forense é utilizada no auxílio à investigação policial, mas também como prova pericial. Uma das suas áreas fundamentais, nas ciências forenses, é a análise de autoria de documentos suspeitos manuscritos, mas sobretudo os incluídos em comunicações eletrônicas”, explica Rui Sousa-Silva, professor auxiliar da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, o primeiro linguista forense com luz verde para analisar casos em investigação pelo Gabinete Cibercrime da Procuradoria-Geral da República (PGR) de Portugal.

O princípio básico no qual assenta a linguística forense é o de que cada um de nós tem uma maneira única de escrever. Há também “padrões sociolinguísticos”, formas de falar, que permitem direcionar ou limitar a investigação a um determinado grupo de potenciais suspeitos.

Leia a reportagem completa aqui.


 

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "490906" no campo.