Poesias

Felinos



Nasceram, nasceram!
Cinco lindos filhotinhos,
a criançada bate palmas
cada um quer um gatinho.

Pedro escolhe o branquinho
de pelo espetado e olhos cinza:
- Parece uma corujinha,
com essa cara ranzinza!

Larissa pega o rajado,
põe no colo igual um bebê
- Olha, ele tá ronronando
- Eu também amo você!

João aponta o pretinho,
de pensativos olhos verdes
- Agora tenho um amigo,
não falo mais com as paredes.

Rose quer o cinzinha,
se parece com ela
tentando fugir da caixa
igual se pula a janela.

E por último Ana Paula,
sobrou-lhe o ruivinho
pega-o quase com medo:
- É tão delicadinho!

Com habilidades de ninja
a minha gata fugiu,
e dois meses depois
cinco fofuras pariu!


Helen Sobreira