BeReal, nova rede social propõe espontaneidade
 



BeReal, nova rede social propõe espontaneidade

por Graziana Fraga Santos

Não sei se você faz parte da parcela de usuários das redes sociais que está cansado dos filtros e “cliques de milhões”, onde todo mundo quer ser influenciador e tem uma vida perfeita. Alexis Barreyat e Kévin Perreau fazem parte dessa parcela e inconformados criaram a nova rede social do momento, a BeReal. A proposta deles é simples: o usuário tem apenas uma tarefa: mostrar quem ele é de verdade, sem máscaras.

Diariamente o app notifica o usuário, de forma aleatória, sobre uma foto que precisa ser publicada. O tempo para tirar a foto é de apenas 2 minutos, logo, o tempo total daquela interação é extremamente curto. Sem filtros, mensagens engraçadas, emojis. É tudo ou nada. O botão de curtida é substituído por uma reação em formato de selfie. Para curtir, precisa mostrar a reação com o seu próprio rosto.

Lançado em 2020 na França, foi só em 2022 que o BeReal alcançou a fama e o número de downloads chegou a mais de 5 milhões de usuários mundialmente, sendo que 3,2 milhões desses downloads foram feitos ainda nos quatro primeiros meses de 2022. Esse boom de downloads se deu principalmente entre estudantes de faculdades nos EUA. Segundo os usuários, o BeReal oferece um retrato mais realista das suas vidas, o que normalmente não é visto em outras plataformas. No BeReal ninguém precisa ser celebridade.

Na página de apresentação da Play Store e App Store, a BeReal diz ser “a primeira plataforma espontânea e imprevisível onde você pode compartilhar, uma vez por dia, seus momentos mais autênticos com seus amigos através de fotos".

Se a popularidade do Bereal continuar crescendo, é provável que redes como Facebook repliquem suas características, como já aconteceu com anos depois que o Snapchat recusou uma oferta de aquisição multibilionária do Facebook. Na ocasião, a empresa de Mark Zuckerberg lançou um recurso chamado "Stories", que imitava uma oferta semelhante da empresa rival. Em 2020, o Instagram lançou o recurso de vídeo Reels, quase uma cópia do TikTok.

Só que não é só de elogios que o novo app vive, alguns usuários estão se dando conta de que parecer real pode dar mais trabalho do que ser se produzir ou pensar no melhor filtro para as fotos.

A pergunta que fica é como manter ativo os usuários do BeReal e de todas as outras redes sociais? Sabemos que é a publicidade que mantém estes canais e que chega um momento que as propagandas começam a fazer parte do feed, cansando os usuários que migram para o próximo app. Até porque ninguém tem tempo para gerenciar tantas redes sociais.

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "362802" no campo.
  

 

Voltar