A personagem mais importante de um texto

por Marcelo Spalding

Muitos autores iniciantes acham que a personagem mais importante de um texto é o protagonista. Não, a personagem mais importante de um texto é o narrador. O narrador irá definir praticamente toda a forma do texto: onde começa e termina, o que pode ser contado, o que é revelado e o que é apenas sugerido, o grau de certeza da narrativa, a linguagem utilizada.

Dom Casmurro ou Memórias Póstumas de Brás Cubas não seriam os grandes romances que são não fosse a escolha machadiana dos narradores, bem como o Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, São Bernardo e Angústia, de Graciliano Ramos, A hora da estrela, de Clarice Lispector, Dois Irmãos, de Milton Hatoum, e tantos outros, para ficar apenas nos brasileiros.

É muito comum em textos de iniciantes (em especial entre adolescentes), o uso da primeira pessoa quando a história tiver acontecido de verdade com o autor, e da terceira pessoa quando for inventada. Mas é preciso ficar bem claro que, pelo menos nos gêneros literários, o narrador não é o autor, é uma personagem criada por ele. Mesmo que o texto seja narrado em terceira pessoa.

Para criar o narrador, é preciso que o autor leve em consideração quem conta a história, o quanto esse narrador saberá dos acontecimentos e onde ele consegue estar. Isso irá determinar o efeito causado pelo texto.

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "130209" no campo.
  

 

Voltar