Sagrado Dinheiro
 



Minicontos

Sagrado Dinheiro

Luiz Henrique Previdente


O vendedor, devoto fiel, pede aos céus um dia de boas vendas. Cedinho ele já esta à porta da concessionária. Ao fim do dia e sem nenhum negócio concretizado, seu gerente lhe chama de lado e ordena para que aguarde, pois um cliente especial esta prestes a chegar. Pelos fundos, entram um ilustre senhor acompanhado de um jovem. O rapaz escolhe a melhor motocicleta, pagamento à vista. O vendedor nunca vira tanto dinheiro. O gerente se despede de seu cliente: “sua benção, Padre”.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "244711" no campo.