Esmalte vermelho
 



Diálogos

Esmalte vermelho

Rachel Bueno


– Biscoito, biscoito, biscoito. Boa tarde, madame! Biscoito salgado, doce. O que vai hoje?

– Nada, obrigada. Eu não como biscoitos! De olho no semáforo que esperava que abrisse logo, pra livrá-la do assédio dos ambulantes.

– Tem bala, chocolate, chiclete. Se a madame quiser eu grito pro vendedor, são todos meus amigos.

– Não. Tenho horror de comer coisas vendidas no semáforo.

– Tem outras coisas que a gente vende aqui: capa de celular, limpador de parabrisas, pano de prato.

– Como você é insistente, mulher! Olha, que o sinal vai abrir e você vai perder a chance de vender seus biscoitinhos.

– Ah! Não tem pressa, não. Esse sinal é muito demorado. – Falava com energia enquanto chacoalhava a infinidade de pacotes enfiados nos braços. – Voltando da manicure, madame?

– Como você sabe?

– Basta olhar pra suas mãos, seu esmalte está brilhando muito e o cheirinho dá pra sentir de longe. Eu vejo a madame passar toda a semana aqui, já faz tempo.

– Eu sei. Toda vez é a mesma conversa, você oferece os biscoitos e fica olhando minhas unhas, até parece que vai tirar um pedaço.

– Já nem adianta oferecer, a madame não compra mesmo, mas não tem problema o que eu vendo por aqui todos os dias compensa os que a senhora nunca comprou.

– Se você sabe que não vou comprar, por que vem me incomodar toda vez?

– Para olhar suas unhas bonitas e sentir o cheirinho desse esmalte.

– Ora, ora... para você me deixar em paz vou lhe dar um dos meus esmaltes. – Abriu a bolsa com impaciência, a fim de se livrar logo daquela mulher pegou seu esmalte vermelho sangue e entregou a vendedora. – Toma esse, já está no final. – E estendendo a mão para fora da janela do carro viu quando num ímpeto, de euforia, a vendedora estendeu os braços derrubando todos os pacotes de biscoitos no chão deixando expostos os braços com as mãos. Amputadas.

– Obrigada! Coloque aqui, dentro dessa bolsinha.


Rachel Bueno é professora aposentada da rede Pública Municipal de Campinas e escritora. Formada em Letras e Pedagogia, é mestre em História da Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Seu título de mestre foi obtido através da defesa de dissertação sobre o escritor Euclides da Cunha. Autora do livro: Aconteceu em Agosto: Casos e causos das Semanas Euclidianas. (https://euclidesite.com.br/aconteceu-em-agosto/ )
Possui um canal no Youtube, Espaço Literário Joana Imaginária, onde divulga seus textos e os de seus amigos.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "211507" no campo.