Escritor monta biblioteca com mais de 10 mil livros em comunidade
 



Notícias sobre Leitura e Escrita

Escritor monta biblioteca com mais de 10 mil livros em comunidade

Carolina Vellei para Ecoa


Mesmo após o início da pandemia, os moradores da Favela de Antares, na zona oeste do Rio de Janeiro, passaram a visitar diversos locais do mundo usando um meio pouco convencional. Graças à Biblioteca Marginow, os livros viraram uma opção segura para viajar com a imaginação e conhecer novas culturas.

A ideia de criar uma biblioteca comunitária partiu de Jessé Andarilho, escritor que nasceu e cresceu na região. Com a pandemia, a falta de opções de lazer entre os seus vizinhos ficou ainda mais evidente. "Mandar ficar em casa é fácil, mas muitas pessoas nem têm televisão", diz.

Ao receber uma grande doação de livros e de uma banca de jornal, ele viu a oportunidade de transformar o plano em realidade ainda em 2020. A antiga banca foi instalada em um posto desativado da Polícia Militar na comunidade, e se tornou o ponto de partida da biblioteca que seria montada no local.

O nome "Marginow" é em homenagem ao seu projeto que promove saraus, batalhas e vídeos de poesia marginal de 1 minuto nas redes sociais. Significa "das margens para o agora", segundo ele. A biblioteca tem hoje mais de 10 mil títulos no acervo, dos mais diversos gêneros literários. O empréstimo é feito sem burocracias, o que contribui para o retorno frequente dos leitores.


Para mais informações, clique aqui.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Iniciativas como esta, deveriam ser muito mais divulgadas.

Zilá P. Mesquita, Porto Alegre, RS 07/05/2021 - 19:03

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "101609" no campo.