Todo ou todo o?
 



Dica de Escrita

Todo ou todo o?

Neiva Tebaldi Gomes


Existem as duas formas, mas expressam sentidos diferentes. Vejamos:

a) Todo: quando acompanha um substantivo é sinônimo de qualquer (tem função de pronome indefinido)

Todo dia da semana é dia de feira. (= qualquer dia)

Todo projeto solidário merece reconhecimento. (= qualquer projeto)

b) Todo o: é sinônimo de inteiro, completo (tem função de adjetivo)

Durante todo o diao calor foi intenso. (= o dia inteiro)

Todo o projeto foi revisado. (= o projeto inteiro).

Percebemos que é a presença ou a ausência do artigo “o” que determina a diferença de sentido. A mesma distinção vale para o feminino:

a) Toda (= qualquer)

Toda vida importa. (= qualquer vida importa).

b) Toda a (= inteira)

Trabalhou durante toda a vida. (= a vida inteira).

Leu toda a legislação sobre o tema. (= a legislação inteira)

Merecem atenção também as expressões“todo o mundo” e “todo mundo”

a) Todo o mundo (com a presença do artigo)significa o mundo inteiro, o mundo todo.

Cientistas de todo o mundo estão em busca da vacina. (= do mundo inteiro)

b) Todo mundo (sem a presença do artigo) é uma expressão usada na linguagem informal brasileira para designar todas as pessoas, todos.

Todo mundo sabia das suas traquinagens. (todos, todas as pessoas)

Acho que quase todo mundo sonha com uma megasena. (todos, todas as pessoas)

Como vimos, trata-se de um detalhe apenas: a presença ou a ausência do artigo o/a, mas que faz muita diferença em termos de sentido.


Texto originalmente publicado no blog Scriptura e getilmente cedido pela autora


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "363007" no campo.