Sucintez
 



Contos

Sucintez

Pedro Nakamura


Domingo na televisão, o apresentador entrevista o autor das mais breves e curtas histórias do mundo.

— Boa tarde, que honra tê-lo aqui, e de início já quero saber como você, que escreve contos tão grandiosos quanto pequenos, definiria a sua obra?

— Sucinta.

Risos no auditório. O apresentador insiste.

— E qual a importância dela ser sucinta?

— Poupa tempo.

— Tempo para quê?

— A vida!

— E o que é a vida?

— O agora.

O apresentador suspira irritado e espera uma elaboração. Que não vem.

— Poderia explicar o que exatamente você entende por agora?

— O agora é a vida e a vida é o agora, somente.

— E o que define essa vida, esse agora?

— É sucinta.

De imediato chamam de volta ao palco dançarinas, musculosos e anões. O apresentador despede-se do autor e lhe pede que alcance o sabão às modelos e vá embora. Em pouco tempo elas entram na banheira para caçar os prêmios do dia – TV nenhuma tem tempo para engraçadinhos.


Pedro Nakamura é jornalista em formação pela UFRGS. Já assinou reportagens e investigações em diversos veículos, como Intercept Brasil, SuperInteressante, Cláudia, Matinal e Veja Saúde. Participa do Curso Livre de Formação de Escritores.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

ótimo

Joao Luiz De Mello, Porto Alegre 09/12/2020 - 21:39

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "590701" no campo.