Lembranças
 



Contos

Lembranças

Alexandre Andrade


Fantasmas existem sim. São feitos de lembranças. Diferentemente do que retrata a maioria dos filmes de terror, eles não flutuam por aí em busca da próxima vítima. Cada pessoa desenvolve as próprias assombrações e, ao longo da vida, tenta lidar com elas da maneira que julga mais adequada.

Por habitarem nossa consciência, fantasmas não podem ser derrotados. O máximo que se pode fazer é esquecê-los, mas não é fácil. Alguns são pegajosos e sabem se esconder nos escombros da mente, estão sempre à espreita, aguardando o melhor momento para arruinar o dia. Outros são dóceis e nos ajudam a ter esperança, a enxergar o lado positivo em situações difíceis.

É triste quando um ente querido se vai e nos resta só o respectivo fantasma para nos fazer companhia. Uma espécie de vácuo se cria em nosso raciocínio e os pensamentos são sugados pela certeza de que a pessoa será, a partir de então, apenas isso: um conjunto de lembranças.

Porém, não é preciso estar morto para se tornar um amontoado de memórias e ideias na cabeça de alguém. Hoje mesmo, deparei-me com a seguinte realidade: transformei em fantasmas a maioria dos amigos que tive na infância e na adolescência. Dito dessa forma, parece um pouco triste, mas não há nada mais natural. Foram pessoas importantes em determinada época, mas não fazem mais parte da minha vida, já cumpriram sua função.

É preciso ter equilíbrio para manter em ordem a coleção de fantasmas que cultivamos durante a vida. Não existe receita e nenhuma religião ou ideologia fará isso por você. A fronteira entre a loucura e a boa saúde mental é uma linha tênue, que muda de lugar constantemente. Aos leitores, recomendo: tome cuidado para não fazer de sua cabeça uma casa mal-assombrada.


Alexandre Andrade da Silva Machado trabalha como servidor público no Ministério da Economia. Formado em Comunicação Social pela Universidade de Brasília, ele ama música e literatura, buscando constantemente se aperfeiçoar nessas áreas. Participa do Curso Livre de Formação de Escritores.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Gostei muito , Parabéns!

Rossana, Limeira SP 15/01/2021 - 04:22

Muito bom ! Essa mensagem pra fechar todo o contexto foi excepcional

"tome cuidado para não fazer de sua cabeça uma casa mal-assombrada"

Alcides Juliano leite, Bauru -SP 30/09/2020 - 19:31

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "522112" no campo.