Dicas para criação de personagens verossímeis
 



Dica de Escrita

Dicas para criação de personagens verossímeis

Vitória Zajkowski


Criar personagens verossímeis dentro de uma narrativa é uma das etapas mais importantes e difíceis do processo criativo. Os seres do mundo “real” em sua essência são indivíduos complexos, permeados de facetas e trajetórias nada lineares. Desta forma elencar qualidades, defeitos, medos, fraquezas, frustrações e desejos são fundamentais na elaboração das personagens.

A complexidade humana muitas vezes não é verossímil, casos de crimes hediondos cometidos por pessoas visivelmente amorosas acontecem com grande frequência. Todavia, em uma narrativa, quando há uma personagem assassina, essa tendência deve ser sinalizada desde os primeiros capítulos a fim de não gerar uma sensação de engano no leitor. Como qualquer fator dentro da narrativa, cada personagem possui sua função e motivações, devendo estas estarem claras desde o início.

Além de deixar as motivações dos personagens bem claras, para gerar um engajamento entre o leitor e os indivíduos idealizados, é necessário pensar em defeitos e qualidades destes. Assim como pessoas reais, os personagens também erram, acertam, possuem bons e maus hábitos. Desta forma temos os conceitos de personagens planas e personagens esféricas. As personagens planas são aquelas que possuem características pouco profundas, já as personagens esféricas apresentam contradições em seu comportamento.

Para criação de personagens esféricas, pode-se aplicar algumas técnicas criativas a fim de criar profundidade no espectro destes seres. Uma técnica conhecida é a criação de um roteiro de entrevista, onde são elaboradas perguntas sobre idade, cidade natal, estilo vida, frustrações, motivações e desejos desta personagem. Outra técnica possível é o teste do personagem em situações de pânico, romance, medo e ansiedade, pois desta forma é possível ver como é o comportamento deste diante das mais variadas emoções. Para testar se o personagem funciona dentro da narrativa proposta, pode-se criar pequenos contos a fim de testar a desenvoltura deste diante de um conflito.

Portanto, a criação de personagens verossímeis pode envolver várias etapas e técnicas até chegar a sua conclusão. A tarefa não é simples e deve ser planejada, a fim de evitar furos na narrativa, personagens caricatos e estereotipados. Além disso, é importante despir-se de si mesmo na hora da criação, pois os personagens não são necessariamente um espelho de seu escritor.


Cadastre-se para receber dicas, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

concordo com o Gerson. Teorizar sobre o "despir-se de si mesmo" envolve uma prova no mundo real do escritor, mas será que é tão fácil no caso do narrador- principalmente o narrador/personagem
?

marina, ubatuba/sp 31/07/2020 - 12:37

Trata-se de uma dica necessária, apresentada de uma forma clara e sintética. Com relação à necessidade do autor "despir-se de si mesmo", sugiro à autora que, para ilustrar a sua dica, apresente algum exemplo de narrativa em que esse fenômeno esteja presente e, consequentemente, mostrando os respectivos prejuízos para a obra.

Gerson de Ramos Sebaje, Pelotas 30/07/2020 - 13:27

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "050604" no campo.