Marinhagem
 



Poesias

Marinhagem

Luís Antônio Franckowiak Pokorski


Mar
amar
imenso mar
incomensurável
doce mar.

Sou ser
a vagar
em vagas
misteriosas:
cantigas de sereias
cantigas de ninar?

Mar
amar
imenso mar
incomensurável
doce mar.

Paixão
ousados mergulhos:
alma abissal
precioso sal
doce espelho
emergências
de florescentes narcisos.

Mar
amar
imenso mar
incomensurável
doce mar.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "404705" no campo.