Dica de Escrita

Quarentena de 14 dias?

Neiva Tebaldi Gomes


Embora a palavra quarentena remeta, mais comumente, à ideia de “quarenta”, soando um pouco estranhas combinações como “quarentena de 14 dias”, há muito tempo passou a assumir outros significados. De origem não exatamente definida (provavelmente, do Francês quarentaine, por volta de 1180-1190), foi inicialmente empregada para designar um período de 40 dias. Há registros de que, por volta de 1635, já era usada com sentido de “período de isolamento de quarenta dias imposto aos viajantes para evitar a disseminação de doenças contagiosas”.

No entanto, uma busca a um dicionário (aqui Dicionário Houaiss de Língua Portuguesa) nos fornece vários significados, entre outros os seguintes:

1. Porção ou número de quarenta coisas (Mandou comprar uma quarentena de presentes de Natal);

2. Conjunto de medidas e restrições que consistia especialmente no isolamento, durante certo tempo (na origem 42 dias), de indivíduos ou mercadorias provenientes de regiões onde grassavam epidemias de doenças contagiosas;

3. por ext., conjunto de restrições e/ou isolamento por períodos de tempo variáveis, impostos a indivíduos ou cargas procedentes de países em que ocorrem epidemias de doenças contagiosas;

4. fig. Isolamento de algo ou suspensão de um processo; ato de adiar (Pôs os poema de quarentena antes de decidir se iria publicá-lo).


Percebe-se, assim, que embora em alguns usos a palavra ainda esteja ligada à ideia de “quarenta” coisas ou indivíduos, em outros, o sentido de conjunto de restrições e isolamento se sobrepôs à significação inicial. É dessa forma que podemos dizer quarentena de 14, 18 ou, seja lá qual for o período, sem constrangimento.

Vale aqui lembrar que as línguas não são estáticas. Evoluem com o tempo pelo uso que fazemos delas. Suas unidades mais concretas, as palavras, evoluem tanto na forma quanto na significação, porque são como esponjas que absorvem do social sua substância. Em relação à sua significação, as palavras podem manter relação com o sentido original (o etimológico), mas com o passar do tempo também vão assumindo outras significações. A palavra “quarentena” é um bom exemplo, porque em alguns contextos guarda a memória de “quarenta”, em outros não mais.


Texto originalmente publicado no blog Scriptura e getilmente cedido pela autora


Cadastre-se para receber dicas, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "390505" no campo.