ROTA 66
 



Contos

ROTA 66

Volnei Zerbielli


A oficina ROTA 66 não era apenas conhecida pela analogia, pelo menos daqueles que liam o letreiro pendurado na entrada, à famosíssima interestadual norte americana, mas pela excelente qualidade dos serviços que lá se realizavam, inclusive nos estrangeiros, pelos irmãos Meia-Roda e Meia-Boca.

Nessa oficina, assim como na famosa estrada, passavam por ali belíssimas máquinas, tanto as mais antigas que levam qualquer um a voltar no tempo do início da era do automóvel, nos remetendo a uma belíssima nostalgia, como as mais modernas, que fazem qualquer criança de 12 anos se tornarem um campeão das pistas. Tamanha a facilidade de se guiar um carro desses cheios de tecnologia.

Sabendo desses quesitos o Sr. Stewart, grande corredor da década de 60, levara a sua Masserati 1967 para que fosse acariciada pelos irmãos. Ela estava precisando de uma afinação, aquele motor V6, na gíria dos mecânicos, estava meio quadrado, dava um vácuo na aceleração, algo estava falhando.

Resolvido o problema o Sr. Stewart foi dar uma volta, experimentar para ver como ficou o seu brinquedo. Ficou boquiaberto. Nunca tinha corrido tanto de carro em sua vida, mesmo nas pistas, como ele correu naquela voltinha de ida e volta até o pedágio de Osório. Os 260 cavalos de potência do motor empurraram aquela belezinha à 285km/h. Como dizem os aficionados, literalmente trancou os ponteiros.

Voltou à oficina e disse aos rapazes, que eles eram loucos, perguntou o que fizeram no carro, pois tinha ficado um espetáculo. Pagou a conta com muito gosto, até queria dar mais uma gorjeta, mas os rapazes recusaram dizendo-lhe que a melhor gorjeta que eles poderiam receber era a inteira satisfação dos seus clientes. Ouvindo isso o Sr. Stewart disse que traria muitos amigos ali, e foi o que fez.

O Sr. Ferrari, aconselhado pelo seu amigo Stewart, levou até a oficina ROTA 66 o seu Buick 1958. Comentando com os rapazes que achou muito interessante o nome que deram para a oficina, disse que lá nos Estados Unidos, onde andou de Buick pela primeira vez, foi numa estrada chamada de ROUTE 66. Essa estrada é uma interestadual muito famosa por lá que atravessa o país de um lado a outro com os seus 3755 km, que seria o mesmo que ir de Porto Alegre até Aracajú.

Mas o Sr. Ferrari ficou espantado quando soube que os rapazes não conheciam e muito menos tinham ouvido falar nessa tal estrada. Intrigado, perguntou então como surgiu, para eles, o nome ROTA 66. E foi quando obteve a resposta.

Reparadores Obstinados Tarados por Automóveis Meia-Roda e Meia-Boca.


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "242302" no campo.