Oficina de Escrita online

Artigos Escrita

Dicas do Escritor- Gilberto Fonseca


Gilberto sempre foi apaixonado por leitura. Desde os cinco anos já aprendeu a ler por conta das histórias em quadrinhos e hoje mantém esse amor através dos livros.



Austin Kleon, o autor de Roube como Um Artista, já dizia em seu livro sobre criatividade “Escreva o Livro que você quer ler” e hoje essa frase traduz o trabalho do autor gaúcho, Gilberto Fonseca.


Inspiração é o que não falta no mundo dos escritores. As vendas de livros apontaram uma recente subida em relação ao ano passado, mas isso pode parecer um problema para novos escritores ao terem que competir com os mais lidos do ano.


Escrever livros, assim como em qualquer outra carreira é preciso ter perseverança. O caminho é longo, mas contando boas histórias e as levando para o maior número de pessoas vai ajudar você a percorrer esse caminho.


- Há público para todo mundo, basta achar uma maneira criativa de chegar até eles, afirma o escritor.


Muito mais do que criar personagens e contar histórias, Gilberto também vê os feedbacks dos leitores como algo muito prazeroso.


Para ele, o mais difícil nessa carreira é arranjar um tempo nas atividades diárias para escrever, mas afirma “É um misto de dor e prazer. Mas de uma satisfação enorme quando a história fica pronta e alguém tem contato com ela”.


O curso de formação de escritores, para Gilberto, é indispensável para quem quer começar a carreira como escritor. Além disso, indica ler muitos livros, ampliar o repertório criativo (assistir filmes, ir a teatros, conversar com muitas pessoas).


“Invista na sua história e não tenha preguiça ou medo de reescrevê-la quantas vezes for preciso”, orienta o autor.



Já conhece nossos cursos voltados para quem quer começar a carreira de escritor?

Marcelo Spalding
16/03/2018

 

 

Acesso rápido: Oficina de Criação Literária | Curso de Escrita Criativa para não ficção

Cursos de escrita desenvolvidos pelo Prof. Dr. Marcelo Spalding - todos os direitos reservados

DEPOIMENTOS

"Gostei muito de ter participado desta oficina e também ter te conhecido. Não conseguirei expressar nessas linhas a tamanha felicidade que tive nos últimos meses. Confesso que sempre me via dentro de uma caverna, escura e fria, onde nas paredes, eu rabiscava os meus sinais. Agora, sei que lá, não só os sinais deverão sair, mas eu também, pois terei um grande caminho a percorrer com os as dicas da oficina, da gramática e da leitura."

Edgar Campanate Ferreira
Volta Redonda, RJ

mais depoimentos

 

 

Início imediato!